Arquivos da categoria: Londres

Out, 12 (24/27) – Chilehurst Caves, Royal Market, Monty Python e pontes de Londres

O programa do dia nem parece Londres típico, vi no Trip Advisor que um ótimo passeio é ver as cavernas de Chislehurst. Vamos lá!

Citymapper indica a linha 51 e depois a linha 269, o que me deixa muito contente: a 51 é um ônibus de dois andares.

Como sempre, tudo muito bem sinalizado, não há como errar o ponto .

2014-10-12 004 (480x640) 2014-10-12 002 (480x640)

O aprendizado é constante. Antes eu conferia os horários dos ônibus no quadro que fica no ponto, mas agora só preciso prestar atenção ao Citymapper. Olha só bem no centro da foto abaixo a frase “leaving in 4, 18 min“.

2014-10-12 001 (361x640)

Quer dizer, nem preciso ficar olhando se o ônibus está vindo, ele só chegará em 4 minutos. e se eu perdê-lo, em 18 minutos há outro. É o máximo!

Já que não preciso prestar, posso até olhar as casas que ficam por aqui.

2014-10-12 005 (640x480)

Lá no segundo andar do ônibus, a visão é sempre muito boa.

2014-10-12 007 (640x480) 2014-10-12 008 (640x480)

No ponto final, a sensação de um lugar mais distante, menos urbano.

2014-10-12 010 (640x480) 2014-10-12 011 (640x480)

Os passeios nas cavernas são feitos em grupos, liderados por guias locais. Enquanto aguardo a próxima saída, abro o London Pass para antecipar o que verei em seguida.

2014-10-12 012 (361x640)

 

A visita valeu mesmo a pena, o lugar impressiona! Mas não espere cavernas selvagens, Londres sabe aproveitar muito bem o turismo, então as cavernas estão bem cuidadas, limpas e até pintadas!

 

 

2014-10-12 013 (640x480) 2014-10-12 014 (640x472)

Descobri que “caverna” nem é o termo exato para estas de Chislehurst, que foram feitas pelo homem. Uma caverna real é esculpida pela natureza ao longo de vários e vários anos. Estas aqui foram feitas por mineradores ao longo de 8.000 anos em busca de sal e sílica. São 32 km de túneis escavados em pedra. Claro, o passeio turístico é só uma pequena parte (rs).

As pessoas de fato viveram nestas cavernas, que foram inclusive usadas como abrigo durante a Segunda Guerra Mundial.

2014-10-12 015 (640x480) 2014-10-12 016 (480x640) 2014-10-12 017 (480x640)

O passeio durou a manhã toda, preciso agora aproveitar bem a tarde. Para voltar mais rápido ao centro de Londres, deixei os ônibus de lado e fui de trem. A princípio, iria ver a Battlesea Power Station, uma antiga estação de energia.

2014-10-12 018 (361x640) 2014-10-12 021 (640x480)

Desci na Tower Bridge

 

 

2014-10-12 028 (640x480) 2014-10-12 029 (640x463) 2014-10-12 030 (480x640) 2014-10-12 034 (640x468)

… e encontrei mais uma das tradicionais feirinhas de Londres.

 

2014-10-12 036 (480x640)

Foi aqui que comi um sanduíche que incluía rocket. Perguntei ao vendedor o que é isso, ele respondeu com uma outra pergunta:

– De onde você é?

Ao saber que eu era brasileiro, ele já traduziu: rúcula. Ele disse que rúcula é sempre rúcula no mundo todo, menos na França e na Inglaterra.

Enquanto comia o sanduíche, nada melhor do que andar na região.

 

 

2014-10-12 037 (470x640) 2014-10-12 039 (640x480) 2014-10-12 040 (640x480) 2014-10-12 041 (361x640) 2014-10-12 042 (361x640) 2014-10-12 043 (640x480) 2014-10-12 044 (640x480) 2014-10-12 045 (361x640)

Lembrei então do City Walk London, um aplicativo que sugere passeios a pé por pontos dos mais interessantes da cidade. Como eu estava nas margens do Tâmisa, escolhi o Bridges of London.

 

2014-10-12 046 (361x640) 2014-10-12 047 (361x640) 2014-10-12 048 (640x472) 2014-10-12 050 (479x640) 2014-10-12 052 (480x640) 2014-10-12 053 (361x640) 2014-10-12 054 (475x640) 2014-10-12 057 (640x480) 2014-10-12 058 (640x479) 2014-10-12 059 (640x477) 2014-10-12 061 (480x640) 2014-10-12 063 (480x640) 2014-10-12 065 (640x480) 2014-10-12 068 (480x640) 2014-10-12 069 (640x480) 2014-10-12 070 (640x480) 2014-10-12 071 (361x640) 2014-10-12 073 (640x480) 2014-10-12 077 (361x640) 2014-10-12 078 (361x640) 2014-10-12 079 (480x640) 2014-10-12 080 (640x480) 2014-10-12 081 (640x480) 2014-10-12 082 (640x480) 2014-10-12 083 (640x480) 2014-10-12 084 (640x480) 2014-10-12 086 (467x640) 2014-10-12 089 (361x640) 2014-10-12 091 (640x480) 2014-10-12 094 (640x480) 2014-10-12 095 (480x640) 2014-10-12 096 (640x480) 2014-10-12 097 (361x640) 2014-10-12 098 (640x480) 2014-10-12 099 (640x480) 2014-10-12 100 (640x480) 2014-10-12 101 (640x480) 2014-10-12 103 (480x640) 2014-10-12 105 (480x640) 2014-10-12 106 (640x480) 2014-10-12 107 (480x640) 2014-10-12 111 (361x640) 2014-10-12 112 (640x480) 2014-10-12 113 (480x640) 2014-10-12 115 (480x640) 2014-10-12 117 (480x640) 2014-10-12 118 (640x480) 2014-10-12 120 (640x480) 2014-10-12 122 (640x480) 2014-10-12 123 (640x480) 2014-10-12 124 (640x480) 2014-10-12 125 (640x480) 2014-10-12 128 (640x480) 2014-10-12 130 (640x480) 2014-10-12 131 (640x480) 2014-10-12 132 (480x640) 2014-10-12 133 (480x640) 2014-10-12 134 (480x640) 2014-10-12 135 (480x640) 2014-10-12 136 (480x640) 2014-10-12 138 (640x480) 2014-10-12 139 (361x640) 2014-10-12 140 (640x480) 2014-10-12 144 (640x480) 2014-10-12 145 (640x480) 2014-10-12 147 (480x640) 2014-10-12 149 (640x480) 2014-10-12 150 (640x467) 2014-10-12 151 (361x640) 2014-10-12 152 (640x480) 2014-10-12 153 (640x480) 2014-10-12 154 (480x640) 2014-10-12 160 (480x640) 2014-10-12 171 (480x640)

2014-10-12 172 (640x480)

Out, 11 (23/27) – Brixton, Brazil!

Para a saudade não apertar, minha mulher envia através do WhatsApp fotos de nossa cachorrinha Victória. Ah, que saudades. Da Victória e de minha mulher!

2014-10-10 004 (640x480)
2014-10-10 003 (360x640)  2014-10-11 003 (360x640)

Que olhos meigos, não?

Todos os dias sou acordado por um barulho irritante de pássaros. Não é aquele canto gostoso de ouvir, mas um tipo de gralha desagradável. Hoje consegui fotografar os danados, parecem corvos. Fui pesquisar na Internet e olha só o que descobri.

Uma antiga lenda dizia: “Se os corvos deixarem a Torre de Londres, o Reino ruirá”. Preocupado com a coroa, Charles II, filho do decapitado Charles I e primeiro rei desde o período de exceção, decretou que os seis corvos da Torre de Londres teriam proteção e cuidados permanentes.

Bom, o fato é que há corvo por todos os cantos por aqui, inclusive na janela de meu quarto!

2014-10-11 002 (480x640)

Para o passeio de hoje, eu poderia ir pelos trens e metrôs de sempre, mas havia uma alternativa entre as várias propostas pelo Google Maps que eu ainda não conhecia, o serviço Thames Link. Também são trens, mas um pouco diferentes.

2014-10-11 008 (640x480)2014-10-11 005 (480x640)

Além do trem em si ser mais bonito, há as mesas mostradas na foto acima. Muito confortável.

Perguntei para uma pessoa em frente se os trens eram modernos, ela respondeu que existem há um bom tempo. É apenas um modelo diferente. Aproveitei para puxar conversa, soube que ela nasceu em Brighton, a pouco mais de uma hora de viagem por este mesmo trem.

Enquanto isso, aprecio também a paisagem…

2014-10-11 007 (640x480)

Walkie-Talkie …  2014-10-11 009 (640x480)

… The Shard 
2014-10-11 010 (640x480)

… Tower Bridge 
2014-10-11 011 (640x475)

Blackfriars Bridge, aquela outrora dos monges que usavam a roupa preta, ponte que foi usada no filme do Harry Potter…
2014-10-11 014 (640x480)

… e a Oxo Tower, que criativamente fez janelas de vidros no formato de um O, um X e um O só para fazer propaganda, o que não é permitido no Tâmisa. Ah, e também a London Eye atrás.
2014-10-11 015 (640x480)

Tive que fazer uma baldeação, novamente no Thames Link. Só que agora o trem está vazio, dá para ver melhor ainda o conforto dos assentos e mesas…2014-10-11 016 (640x480) 2014-10-11 017 (640x480)

… uma mostra de que o povo por aqui não é muito educado …2014-10-11 018 (640x480)

… um exemplo da funcionalidade dos carros do trem, já que é possível abrir a porta e ir a outro …
2014-10-11 020 (480x640)

… a London Eye novamente, bem lá no fundo atrás da OXO Tower 2014-10-11 019 (640x480)

… The Shard
2014-10-11 022 (480x640)

… a estação Elephant & Castle em que eu estive antes – aquela da festa com o segurança português …

2014-10-11 025 (640x480)

… e os apartamentos da região.2014-10-11 026 (640x480)

Saio do trem para mais uma boa impressão, há uma sala de espera na estação. Isso é que é civilização. Salas de espera são comuns em todas as estações por aqui!2014-10-11 027 (640x480) 2014-10-11 028 (640x480)

Infelizmente é comum também a sujeira. E eu que pensava que os londrinos não jogassem lixo no chão!2014-10-11 030 (640x480)

Por outro lado, dá para ver que estou chegando a um lugar diferente. Olha só, tem piano para quem quiser. É só chegar e tocar!2014-10-11 031 (640x480)

Outra coisa que estou sempre encontrando em Londres são as referências ao Brasil. Até agora tinha sido apenas comida, mas desta vez foi em relação à cabelos.2014-10-11 032 (480x640)

Hoje é sábado, mesmo assim os londrinos enfrentam congestionamentos. É uma cidade difícil, muita gente, muitos carros!2014-10-11 035 (480x640)

O post já está grande, mas só agora chego à primeira visita do dia: Brixton Village and Market Row.2014-10-11 041 (640x480)2014-10-11 036 (480x640) 2014-10-11 037 (480x640) 2014-10-11 038 (480x640) 2014-10-11 039 (640x480)   2014-10-11 043 (640x474)

Finalmente, nesta feira tem mamão para vender.2014-10-11 044 (640x480)

É roupa, é comida, é um pouco de tudo. E, para minha agradável surpresa, um restaurante brasileiro. Nossa, que bom, é neste mesmo que eu vou!2014-10-11 040 (640x480) 2014-10-11 045 (480x640)2014-10-11 047 (480x640) 2014-10-11 049 (480x640)

Comi uma bela galinha caipira. Estava muito boa! Não sei se é por conta da saudade do Brasil, ou se estava mesmo muito saborosa. Sei apenas que comi tudo.

Fiz o pedido em inglês para a garçonete, mas houve um momento que eu a escutei gritando:

A mesa 12 tá esperando…!

Pronta, era brasileira. Já puxei assunto, ela é do Paraná, está aqui há um bom tempo. O dono do restaurante entrou na conversa, dizendo que soube que eu era brasileiro assim que fiz o pedido. O sotaque entrega. Ele não é brasileiro, é português, mas consegue adivinhar quem é do Brasil.

 

Por enquanto, só visitei a Brixton Market Row, agora vem pela frente mais um conjunto de lojas e restaurantes, Brixton Village.
2014-10-11 050 (640x480) 2014-10-11 051 (640x480) 2014-10-11 052 (640x480) 2014-10-11 053 (640x480) 2014-10-11 054 (640x480)

O que mais tem aqui são mesas nas calçadas, todos provando os mais variados tipos de comida. É um grande restaurante a céu aberto.

2014-10-11 055 (480x640) 2014-10-11 057 (640x480)

Passei em frente a um restaurante, seria capaz de jurar que ouvi um jogo sendo transmitido pela TV em português. Voltei para ver, era uma trasmissão do SporTV. Ia perguntar o motivo, mas entendi assim que olhei melhor: era um restaurante voltado para o público latino.
2014-10-11 058 (480x640)

Há rua que não acaba mais, a cada esquina mais barraquinhas de comida!2014-10-11 060 (640x480)

No final desta rua acima, uma outra mais “normal”, com comércio e muita gente.

2014-10-11 066 (640x480) 2014-10-11 067 (472x640)

Procurei no Trip Advisor, fiquei sabendo que esta é a Electric Avenue, uma rua de Brixton especializada em eletrônicos.

2014-10-11 069 (361x640) 2014-10-11 061 (361x640)

 

Embora eu veja na tela do celular que o lugar é um paraíso de câmeras, computadores e produtos relacionados, não encontrei muitas opções. Vi apenas aqueles corredores cheios de lojinhas que encontramos na Av. Paulista.

Procurando mais tarde na Wikipedia, descobri que a rua já foi referência na área de produtos elétricos e eletrônicos, mas que agora concentra mais açougueiros e pescadores e integra o Brixton Market.

A região também tem o Ritzy Cinema, um cinema badalado e também um dos palcos do BFI, o festival de filmes que está acontecendo agora em Londres.
2014-10-11 070 (640x480)

Olha só o prédio em que está instalado o McDonald’s do local.2014-10-11 071 (640x480)

E os apartamentos da região.2014-10-11 073 (640x480)

Criei o hábito de sempre abrir o Trip Advisor antes de encerrar o passeio em uma determinada região. Sempre quero saber se ainda há algo interessante para ver antes de ir a algum outro destino. Vi que aqui há um parque bem amplo e provavelmente bonito, Brockwell Park.

2014-10-11 076 (361x640)

Os parques em Londres têm sido de uma beleza incrível, vou ver este também.

O parque não é assim tão perto, já é tarde, melhor pegar um ônibus. No caminho, passo por uma Currys, loja que vende computadores, tablets e celulares, entre outras coisas. Desde o Brasil eu havia marcado o local como um ponto a visitar. Desci do ônibus!

2014-10-11 074 (640x480)

Tal como eu esperava, uma maravilha. Até fiquei tentado a comprar um iPhone 6, mas resisti. Havia lido críticas desfavoráveis, melhor esperar mais um pouco. De volta ao ponto de ônibus para chegar ao parque.

2014-10-11 077 (640x480)

Simplesmente lindo, tem até clube, com piscina e tudo.

2014-10-11 078 (640x480)
Mas cá entre nós, hein?!? Nadar com um frio destes? Está certo, a água deve ser aquecida. Mas depois é preciso SAIR da piscina, não quero esta experiência de forma alguma. Melhor continuar andando.

2014-10-11 080 (640x480)
Valeu a pena ter vido. Para não romper a tradição, olha só lá no fundo da foto acima…

2014-10-11 081 (640x480)
… The Shard

2014-10-11 084 (640x480)
… e olhando para o outro lado, London Eye

Uma vista privilegiada de Londres. O Trip Advisor indica também uma sorveteria dentro do parque, preciso ir lá conhecer. Até porque a casa em que ela está, para variar, é bem suntuosa.
2014-10-11 085 (640x480)

No caminho, uma placa dá nome aos locais.2014-10-11 086 (480x640)

O sorvete não é lá estas coisas, prefiro o nosso no Brasil. Pior, a pessoa que o serviu é a mesma que cobra, ela pega a casquinha com a mesma mão que pega as moedas. É, este pessoal aqui não é muito higiênico.

Enquanto tomo o sorvete, recebo um WhatsApp de minha Tia Elisa perguntando como estou. Respondo dizendo que tudo está maravilhosamente bem e ainda provo enviando um selfie :-).

2014-10-11 087 (480x640) 2014-10-11 089 (454x640)

Bem próximo à sorveteria …2014-10-11 096 (640x480)

… a Clock Tower, aqui desde 1897 em comemoração ao jubileu de diamante da Rainha Victoria. O relógio estava sem funcionar até pouco tempo, mas campanha recente restaurou o mecanismo e o monumento está agora em perfeitas condições.2014-10-11 091 (480x640)

Andando mais um pouco pelo parque, uma nova visão privilegiada de Londres, agora incluindo os edifícios mais altos em um único ângulo. Que bela vista!2014-10-11 092 (640x480)

Não dá vontade de sair do parque…
2014-10-11 094 (640x480)

… até o parque infantil é diferente, com muitos atrativos para a criançada!
2014-10-11 095 (640x480)

O bom de visitar Londres com tempo é poder ver qualquer ponto que desperte algum interesse. Por exemplo, estava eu no metrô lendo o jornal gratuito do dia quando vejo o comentário de um leitor elogiando a estação que ele usa todos os dias, Oval Station.

Consultei o Google Maps.

2014-10-11 097 (361x640)

Apenas 20 minutos de ônibus, eu estava perto de mais para desperdiçar a chance. Tinha que ir lá ver!

2014-10-11 098 (640x480)

Valeu a visita. É uma estação relativamente pequena em relação a outras mais comentadas, mas o leitor tinha razão, é muito bonita! É só observar na foto acima o teto de vidro e as pinturas nas paredes. De muito bom gosto!

 

Mas por que o local é conhecido como Oval? Pesquisei no Google e no Trip Advisor, vi descobri ao lado o The Oval, um estádio de cricket bastante conhecido em Londres.

2014-10-11 099 (361x640)

Preciso admitir, não sei exatamente o que é um jogo de cricket. Felizmente a Wikipedia tem a resposta:

O críquete … utiliza bola e tacos … é considerado por muitos um esporte parecido com o basebol … Jogam onze de cada lado, num campo sem dimensões fixas, mas sempre muito amplo e oval…a bola (de cortiça e couro) chega a voar 150 km/h. Lançada pelo arremessador contra o alvo do adversário (três varetas fincadas no solo, chamadas stumps, cujo conjunto é conhecido como wicket), defendido pelo rebatedor… No início, os jogos podiam durar até dez dias. Os tempos modernos, porém, exigiram mudanças. Hoje, a maioria dos jogos é disputada em dois tempos, em uma tarde ou noite. 

Hoje não há evento no estádio, então entradas são permitidas apenas em horários em que há passeios guiados. Não é o caso agora, então apelei para o Google Earth para ver o que havia lá dentro :-).

2014-10-11 104 (361x640)

A visita também valeu por conhecer mais uma região de Londres, o bairro de Kenningtonborough de Lambeth. Como sempre, a beleza das casas e prédios está presente.

2014-10-11 103 (640x480)

Como sempre também, os edifícios de referência ajudam muito na localização. Eu precisava ir para a London Bridge Station, ao lado do The Shard, que aparece impávido e colosso (eita inspiração…) bem à frente!

2014-10-11 105 (480x640) 2014-10-11 107 (480x640) 2014-10-11 109 (480x640) 2014-10-11 117 (480x640)

Já estava pronto para entrar na estação quando vi uma feirinha de comida e muita, muita gente circulando. Não resisti, dei meia volta para ver o que havia por lá.

2014-10-11 115 (640x480)

Claro, acabei jantando por ali mesmo. Escolhi um prato típico de região soviéticas, com porco, frango e um arroz parecido com paella.

2014-10-11 113 (640x480)

Bom, agora chega mesmo, preciso ir para casa. É tarde e estou esgotado … e muito FELIZ! Vamos à London Bridge Station para a última mostra de beleza do dia!

2014-10-11 119 (640x480)

Out, 10 (22/27) – Regent’s Park, Sherlock Holmes, Madame Tussauds, Soho e National Gallery

Não planejo tudo o que vou fazer no dia, é absolutamente impossível. O que faço é ter uma ideia bem básica sobre pelo menos um destino principal e eventuais outros, se der tempo. Para isso, criei um mapa pessoal no Google Maps para facilitar.

Mapa

As estrelas em verde são os lugares em que já estive, as em vermelho aqueles que quero conhecer. Facilita bastante este tipo de mapa, porque escolho locais próximos um do outro para cada dia. Hoje, por exemplo, irei ao Madame Tussauds, a estrela vermelha em destaque no meio do mapa. Há duas outras vermelhas próximas, The Regent’s Park Sherlock Holmes Museum. Acho que dará tempo de ver tudo.

O trem me leva para a London Bridge Station, lugar em que estou agora apreciando a vista: Walkie-TalkieCheesegraterGherkin e um trem chegando. Até os trens estou achando bonitos!

2014-10-10 003 (640x480) 2014-10-10 010 (480x640)

A London Bridge Station fica ao lado do The Shard, não resisto a uma foto.

2014-10-10 011 (480x640)

Daqui da estação, tenho que pegar um ônibus. É muito fácil ter a certeza de que estou no ponto certo, as linhas de ônibus são muito bem sinalizadas e os pontos identificados por letras. Aproveito para apreciar a vista dos edifícios imponentes que estão em todos os cantos.

2014-10-10 014 (480x640)

Chego na Baker Street Station. De fato, nem precisava do Google Maps para saber que esta seria a estação de metrô mais perto do Sherlock Holmes Museum (rs).

Ainda não vou ao museu, prefiro aproveitar o dia ensolarado e ver primeiro o parque. No caminho, passo em frente ao museu. A fila não é exatamente por causa da entrada no museu em si, mas porque todos querem tirar fotos com o porteiro, vestido a caráter.

2014-10-10 015 (640x480)

Ao lado do parque, as mansões espetaculares.

2014-10-10 017 (640x480) 2014-10-10 018 (640x480)

As mansões aqui são particularmente “reais” porque estou muito próximo ao Buckingham Palace. Só sei disso porque antes havia planejado o passeio no Google Maps, bem antes de sair de casa.

The Regent’s Park corresponde às expectativas.

2014-10-10 020 (640x480) 2014-10-10 021 (640x480)

Em um furo de reportagem, consegui presenciar uma disputa de território entre dois cisnes (rs).

2014-10-10 023 (640x480) 2014-10-10 024 (640x480) 2014-10-10 025 (640x480) 2014-10-10 026 (640x480) 2014-10-10 027 (640x480) 2014-10-10 028 (640x480)

Após a briga, tudo volta à calmaria. Lá dentro do parque, continuo vendo aquela mansão enorme.

2014-10-10 029 (640x480) 2014-10-10 033 (640x480)

Um outro ponto de referência em Londres é a BT Tower, torre de comunicação do BT Group. Fica bem próxima daqui.

2014-10-10 034 (480x640) 2014-10-10 035 (640x480)

Andando um pouco pelo parque, fiquei sem entender, parecia que havia outro parque interno. Era isso mesmo, conforme explicação do Trip Advisor.

2014-10-10 036 (361x640) 2014-10-10 037 (361x640)

Há um círculo interno no parque. O texto informa que o local era antes um campo de caça real e que aqui também encontra-se o zoológico da cidade. Este eu acho que não vou ver, não dará tempo.

A parte interna é ainda mais bonita que a externa.

2014-10-10 038 (640x480) 2014-10-10 039 (640x480) 2014-10-10 040 (640x480) 2014-10-10 041 (640x480)

Aqui também está o Open Air Theatre, uma arena de espetáculos a céu aberto. Não havia evento agora, o teatro estava fechado. Eu queria muito ver o que havia lá dentro, então tive que me contentar com uma foto na Internet.

2014-10-10 042 (640x480) 2014-10-10 045 (640x361)

O passeio continua!

2014-10-10 043 (640x480) 2014-10-10 044 (480x640)  2014-10-10 046 (640x480) 2014-10-10 052 (640x480)

Hora de ir para o museu do Sherlock Holmes. Na verdade, não queria exatamente conhecer o museu inteiro. Sei que minha mulher vai me criticar, ela adora o Sherlock Holmes, mas eu mesmo nunca li os livros, o museu não será interessante. Mas faço questão de entrar na parte da frente da casa.

2014-10-10 056 (640x480) 2014-10-10 057 (480x640)

Para que a visita fosse mais minuciosa, resolvi fotografar até algo que normalmente não é fotografado em viagens: o banheiro. Este eu fiz questão, é ou não é … tradicional? Tem até uma balança!

2014-10-10 058 (480x640) 2014-10-10 059 (480x640)

Madame Tussauds estava a duas quadras, eu já havia comprado um ingresso duplo quando fui à London Eye. Pacotes assim sempre são mais vantajosos em Londres, há bons descontos. Com o ingresso na mão, evitei fila na bilheteria e já fui entrando.

A reprodução em cera é tão perfeita que nem vou identificar a maioria das fotos. Não há necessidade!

2014-10-10 061 (480x640) 2014-10-10 063 (480x640) 2014-10-10 064 (480x640) 2014-10-10 065 (480x640) 2014-10-10 066 (480x640) 2014-10-10 069 (480x640)

Quem não é fã de Jornada nas Estrelas talvez não reconheça o artista abaixo. Este é Sir Patrick Stewart, legítimo inglês nascido em Yorkshire, Inglaterra, intérprete do Capitão Pickard da nave Enterprise na série.

2014-10-10 067 (480x640) 2014-10-10 068 (480x640)

Continuando com os artistas mais conhecidos…

2014-10-10 070 (480x640) 2014-10-10 071 (480x640) 2014-10-10 072 (480x640) 2014-10-10 074 (480x640)

Este Hitchcock aí abaixo quer assustar todo mundo. Fiz questão de fotografar o rosto de perto, é muito perfeito!

2014-10-10 075 (480x640) 2014-10-10 076 (480x640).

Um momento real: rei Pelé e rainha mãe Elizabeth.

2014-10-10 077 (480x640) 2014-10-10 078 (480x640)

E personalidades mundiais.

2014-10-10 079 (480x640) 2014-10-10 080 (480x640) 2014-10-10 081 (480x640)

Depois do Papa Bento XVI, há um trenzinho que passa por vários cenários contando a história de Londres, desde as conquistas antigas, o grande incêndio de 2 a 5 de setembro de 1666, chegando aos dias atuais.

Na sequência, uma parte dedicada aos heróis da Marvel.

2014-10-10 082 (640x480) 2014-10-10 084 (480x640) 2014-10-10 085 (480x640) 2014-10-10 086 (480x640)

Confesso que neste ponto eu estava ficando sem paciência. Não achei o museu uma novidade assim tão grande, eu já havia visto as reproduções em Nova York (eita cara metido a besta), é tudo muito parecido. Além de tudo, havia muita gente!

2014-10-10 087 (640x480)

O ajuntamento acima acontece antes da última parte, um show 4D da Marvel. A porta fica fechada, há um horário certo para a exibição começar, as pessoas vão chegando. Há cada vez mais gente e minha paciência fica cada vez menor.

Chega a hora certa, é um empurra-empurra para entrar, o show começa. Não é que foi muito bom! É um show 4D, que inclui o tradicional 3D que vemos com aqueles óculos especiais e ainda há simulação dos efeitos na plateia. Assim, se um estrondo no filme, a cadeira balança. Se alguma água é espirrada, caiu um chuvisco em você.

Foi bom porque gostei muito de ver Capitão AméricaHomem Aranha, Hulk e outros defendendo o Palácio de Buckingham de um criminoso maluco. O filme é bem feito, o Palácio e tudo ao redor é reproduzido com perfeição. Gostei!

 

Li um artigo outro dia aqui dizendo que um dos lugares mais cools em Londres não é a badalada Shoreditch ou a famosa Camden Lock Place, mas sim Marylebone – a pronúncia é mar-le-bone – com suas lojas, mansões muitos restaurantes. Que bom, é aqui que estou, vamos passear.

A primeira boa impressão já havia começado no próprio imóvel em que está a Baker Street Station

2014-10-10 088 (640x480)

… continua no Madame Tussauds

2014-10-10 090 (640x480)

… prossegue com a parte residencial …

2014-10-10 089 (640x480)  2014-10-10 091 (480x640)

… e chega até aos parques.

2014-10-10 093 (640x480) 2014-10-10 094 (480x640)

A própria Marylebone High Street é um charme só…

2014-10-10 095 (640x480) 2014-10-10 096 (480x640)

… com destaque para a Daunt Books.

2014-10-10 097 (640x480) 2014-10-10 099 (640x480) 2014-10-10 100 (480x640) 2014-10-10 101 (480x640) 2014-10-10 102 (480x640) 2014-10-10 103 (640x480)

Não há palavras para descrever a beleza desta livraria, uma das maiores e com mais jeito de livraria que já vi.

 

Pesquisando no Trip Advisor se havia outros pontos de interesse na região, vi que a Wallace Collection estava a poucas quadras. O local é ao mesmo tempo um museu nacional e uma coleção particular, iniciada por Lady Wallace em 1897. O Trip Advisor informa que é uma das melhores coleção do mundo de pinturas francesas do século 18. Eu tinha que ver.

2014-10-10 106 (640x480)

Como sempre, não fico assim tão impressionado com os quadros e obras em si, gosto mesmo – e muito – das casas que as abrigam.

2014-10-10 109 (640x480)

Além de quadros, há canhões e armaduras. Pelo que lembro, nunca havia visto uma armadura na vida. Parece algo bem desconfortável para usar.

2014-10-10 113 (640x480) 2014-10-10 110 (480x640)

Como sempre, lugares como este em Londres sempre tem um café.

2014-10-10 111 (480x640)

Por enquanto estou no térreo, há também o andar superior. As escadas são um show à parte.

2014-10-10 115 (480x640) 2014-10-10 116 (480x640)

Olha só a beleza da casa…

2014-10-10 118 (640x480) 2014-10-10 122 (640x480)

… dos quadros, claro, e do café, agora  em uma foto a partir do andar superior…

2014-10-10 121 (480x640) 2014-10-10 120 (640x480)

… e a lareira, já de volta ao térreo. Para quem quiser ver, Wallace Colection fica bem em frente a uma bela praça, Manchester Square.

2014-10-10 123 (480x640) 2014-10-10 124 (640x480)

Hora de ir ao último local do dia, a famosa National Gallery. O Google Maps indica 30 minutos de caminhada. Olha só o que encontrei no caminho, será que é um empreendimento de meus amigos Tosca e Márcio?

2014-10-10 125 (361x640) 2014-10-10 126 (480x640)

Outra boa surpresa aparece, o Soho.

2014-10-10 127 (480x640) 2014-10-10 128 (640x480) 2014-10-10 129 (640x480)

Também a M&M. Haja chocolate!

2014-10-10 130 (640x480) 2014-10-10 131 (640x480)

A praça que aparece à frente é a Leicester Square, um local com belos jardins, muita gente passando, imóveis extremamente bonitos e …

2014-10-10 133 (640x480)  2014-10-10 132 (361x640)2014-10-10 134 (480x640) 2014-10-10 144 (640x480)

… performances de artistas de rua. Este contorcionista está fazendo o maior sucesso.

2014-10-10 137 (480x640) 2014-10-10 138 (480x640)

Está acontecendo aqui em Londres o BFI London Film Festival, o maior evento britânico de cinema, com mais de 300 títulos de filmes, documentários e curtas. Aqui na Leicester Square há agora um avant-premiére, vários fotógrafos esperando artistas chegarem. Quando esta senhora simpática aí da foto chegou, todos fotografaram muito.

2014-10-10 149 (480x640)

Não faço ideia de quem seja. Escutei pessoas a meu redor comentando, ninguém também sabia quem era. Pesquisei rapidamente as manchetes do dia no Google, nenhuma referência. Larguei mão, fui para a Trafalgar Square ver a National Gallery.

Aqui o show é de imagens: a escultura modernosa do galo azul, a Coluna de Nelson e até a London Eye ao fundo.

2014-10-10 150 (640x480)

O show de imagens continua com a própria com a própria National Gallery e ao fundo a St. Martin-in-the-fields Church, a primeira igreja que conheci em meu passeio por aqui.

2014-10-10 153 (640x480)

Como tem acontecido todo final de semana – hoje é 6a. feira – a Trafalgar Square é palco de exibições internacionais.

2014-10-10 154 (640x480) 2014-10-10 155 (640x480)

Hora de entrar.

National Gallery por si só é um espetáculo, o edifício que a abriga é monumental.

2014-10-10 156 (640x480)

Não entendo muito os quadros, apenas acho tudo muito bonito. Então, para facilitar e não esquecer o que vi, fotografo o quadro e a descrição ao lado.

2014-10-10 157 (480x640) 2014-10-10 158 (480x640)

A pintura seguinte eu entendi melhor, até mesmo o detalhe sobre o fundo do quadro. A explicação fala que o pintor, Joachim Beuckelaer, mostra Cristo sentado com Marta e Maria. Lindo, não é?

2014-10-10 159 (640x480) 2014-10-10 160 (640x480) 2014-10-10 161 (480x640)

Também gostei muito de uma outra, A Visão de Santo Agostinho, de Garofalo.

2014-10-10 163 (480x640) 2014-10-10 164 (480x640)

O que chama realmente minha atenção, mais uma vez, é o local. Fico fascinado com o tamanho dos espaços e até com a escada.

2014-10-10 165 (640x480) 2014-10-10 166 (640x480)

Andando meio aleatoriamente, encontro um quadro de Leonardo da Vinci. Aí fiquei muito interessado, nunca pensei que poderia ver bem na minha frente uma obra destas. Afinal, estamos falando de Leonardo da Vinci, que não se encontra a toda hora. O quadro é The Virgin of the Rocks.

2014-10-10 167 (480x640) 2014-10-10 169 (480x640)

O texto ao lado explica que o menino Jesus, amparado por um anjo, abença seu primo São João Baptista. Jesus é identificado por sua cruz e auréola. O texto em inglês traz a frase “cross and scroll“, acho que pode ser traduzido como “cruz e espada“.

2014-10-10 170 (480x640) 2014-10-10 171 (480x640)

Fiquei pensando então, já que encontrei um Leonardo da Vinci, será que não haveria outros pintores famosos por aqui? Acessei a página do National Gallery – felizmente dentro do museu há Wi-Fi para todos – e vi a opção “30 highlights paintings”.  Pronto, encontrei o que queria.

2014-10-10 198 (361x640)

O processo é simples, basta percorrer a lista, selecionar a obra desejada (Sunflowers, de Vincent van Gogh na figura abaixo)…

2014-10-10 203 (361x640)

… para aparecer uma descrição do quadro, junto com a sala em que está exposta (Room 45) na figura abaixo. É só selecionar então Floorplan logo abaixo do número da sala…

2014-10-10 204 (361x640)

 

… para localizar a sala.

2014-10-10 205 (361x640)

No museu, cada sala é numerada de forma sequencial, então fica fácil encontrar. Olha aí o Sunflowers do van Gogh.

2014-10-10 180 (480x640) 2014-10-10 181 (480x640)

Foi assim que encontrei vários outros quadros famosos.

2014-10-10 172 (640x480) 2014-10-10 173 (361x640) 2014-10-10 174 (480x640) 2014-10-10 175 (480x640)  2014-10-10 177 (640x480) 2014-10-10 179 (480x640) 2014-10-10 182 (640x480) 2014-10-10 183 (480x640) 2014-10-10 184 (640x480) 2014-10-10 185 (480x640) 2014-10-10 186 (640x480) 2014-10-10 187 (480x640) 2014-10-10 189 (640x480) 2014-10-10 190 (480x640) 2014-10-10 191 (640x480) 2014-10-10 192 (480x640) 2014-10-10 193 (480x640) 2014-10-10 195 (480x640) 2014-10-10 196 (640x480) 2014-10-10 197 (480x640)

Ufa, depois de tantas obras renomadas assim, o hall central do National Gallery significa hora de ir embora. E cá entre nós, que hall bonito, hein?!?

2014-10-10 176 (480x640)

Talvez ainda desse tempo de mais uma última atividade hoje. Havia lido no jornal pela manhã algo sobre “Carnival del Kerb“. A notícia dava água na boca, dizia algo mais ou menos assim:

Este carnaval de comida e música é perfeito para um final de tarde e noite de 6a. feira. Espere ótima comida de alguns dos maiores vendedores de comidas de rua, assim como música boa e clima de festa. Você precisa ver o espaço para acreditar, agora que também está sendo patrocinado pela Corsica Studios, que cedeu o local, The Paperworks. Não perca!

Pois é, não perdi! Pesquisei na Internet o endereço e lá fui eu, com o The Shard aparecendo todo iluminado na janela do trem.

2014-10-10 206 (640x361) 2014-10-10 207 (480x640)

Valeu a pena, o local era tudo o que a notícia prometia. Só não consegui entrar com a mochila que sempre levo comigo, havia água e refrigerante lá dentro e a proposta era consumir o que houvesse no local.

2014-10-10 209 (640x474)2014-10-10 208 (640x471)

Havia muita comida diferente, era até difícil escolher. Eu não estava com muita fome, havia almoçado tarde. Mas precisava experimentar alguma coisa, qualquer coisa. Escolhi Rosemary fries, batatas fritas temperadas com ervas. Deliciosas!

2014-10-10 210 (480x640)

Ah, sabe a tal música boa? Pois é, quase tudo música brasileira! É o meu Brasil brasileiro!

 

2014-10-10 211 (640x480)

Na saída do espaço, um momento muito interessante. Chego para o segurança e peço minha mochila de volta. Ele pergunta em inglês se sou brasileiro. Com minha resposta, ele começa a conversar comigo em português! Ele é português, mas já sem sotaque algum, parecie brasileiro. Ele está aqui há 7 anos e talvez por isso tenha perdido um pouco o sotaque.

Ele também diz que gosta muito do Brasil, e que toda vez que alguém fala que quer aprender português, ele emenda:

– Não aprenda português, aprenda “brasileiro”, é muito mais bonito!

Nos despedimos com um forte aperto de mão e ele sugere em bom português que eu volte outras vezes. Que final de noite excelente!

Ah, a noite ainda reserva mais uma pequena surpresa. Não canso de ficar impressionado também com a quantidade de cachorros por aqui, todos muito bem tratados pelos donos. Inclusive para passeios de trem e de metrô.

2014-10-10 212 (480x640)

Olha aí, Ci. Um paraíso para nossa pequena Victória!

Out, 09 (21/27) – The art of the brick; Camden Town Lock

A previsão para o dia é de um pouco de chuva, acho melhor ir a algum lugar fechado. Há uma exposição sobre trabalhos feitos com Lego que parece ser bem surpreendente e inovador. Vou ver.

Desço na London Bridge. Não canso de ver as estações de trem e metrô, são sempre muito bonitas.

2014-10-09 006 (480x640) 2014-10-09 007 (480x640)

Saindo do trem, preciso pegar um ônibus. O Google Maps avisa que a linha 47 é aquela que levar até Shoreditch, o local da exposição. Chego no ponto também com a ajuda do Google Maps e vejo que o ônibus chegará em 9 minutos.

2014-10-09 010 (640x480)

Errei, era menos tempo. Prestei mais atenção é vi que este é o quinto ônibus esperado aqui no ponto, olha o número 5 antes de Shoreditch. Em seguida o placar é atualizado e aparece um outro ônibus mais imediato, 2 minutos para sua chegada.

2014-10-09 011 (640x480)

É por isso que sou fã número 1 do transporte público desta cidade.

No ônibus, mais uma vez os ícones da cidade. Olha so The Shard novamente, fica ao lado da London Bridge, da estação de trem em que eu estava e do ponto do ônibus que acabei de entrar.

2014-10-09 003 (480x640)

Vi uma outra coisa agora do ônibus, algumas casas e prédios aqui têm nomes.

2014-10-09 008 (640x480) 2014-10-09 009 (640x480)

Esta foi a Emblem House, a próxima é a House of Fraser.

2014-10-09 014 (480x640) 2014-10-09 018 (480x640)

Descobri mais um apelido dos edifícios mais famosos. Já havia descoberto o nome deste que aparece mais à direita na foto à direita abaixo, o Walkie-Talkie. Fiquei sabendo agora o nome do outro ao lado. Ele não parece um pedaço de queijo? Pois então, é conhecido como Cheesegrater, fica na 122 Leadnhall. Não sabia o que significava a palavra, o Google Tradutor informa, ralador de queijo.

2014-10-09 019 (474x640) 2014-10-09 012 (480x640)

O local que acabei de chegar é um centro administrativo da cidade…

2014-10-09 020 (480x640)

…também tem o Jamie’s, a cantina em que estive ontem…

2014-10-09 021 (480x640)

… e algumas coisas mais criativas já anunciam o estilo da região.

2014-10-09 023 (479x640) 2014-10-09 027 (640x480)

Estou em Shoreditch. É a segunda vez, estive aqui nos primeiros dias da viagem.  Foi a primeira grande feira que encontrei.

2014-10-09 028 (640x480)

Nem tem como me sentir sozinho,  estou sempre recebendo mensagens do Brasil. Acabou de chegar uma de meu pai, enviada através de minha esposa.

2014-10-09 029 (361x640)

Comento com ele o clima característico de Londres. É impressionante, o céu estava completamente azul quando saí de casa. Agora, nem 1h depois, já choveu!

Finalmente cheguei na exposição, The art of the brick. São esculturas e “pinturas” feitas pelo artista Nathan Sawya. Eu havia visto muitas fotos pela cidade divulgando a mostra, fiquei com vontade de ver.

2014-10-09 030 (480x640)

Meu coração bateu forte quando vi a primeira escultura. Achei muito, muito bonita. Meu coração bate mais forte agora novamente enquanto escrevo este post!

Olha só o detalhe dos Legos desta escultura acima.

2014-10-09 031 (480x640)

Eu só estava no começo, ainda teria muito mais pela frente. Que bom!

2014-10-09 033 (480x640) 2014-10-09 032 (480x640)

Tem até “quadros” feitos com legos.

2014-10-09 034 (480x640) 2014-10-09 035 (480x640)

Olha só o famoso O Grito, de Edvard Munch. Está perfeito, parece mesmo o  original!

2014-10-09 036 (480x640)

Está sendo a MELHOR EXPOSIÇÃO que já vi até agora em Londres.

2014-10-09 037 (640x480) 2014-10-09 039 (480x640)

2014-10-09 041 (480x640) 2014-10-09 042 (640x480)

Olha só o detalhe da ponta deste lápis!

2014-10-09 044 (480x640)

2014-10-09 045 (480x640) 2014-10-09 046 (480x640)

Esta próxima é uma reprodução de um trabalho do Escher, exposto em São Paulo. Fui ver na época, são obras que quase sempre dão a sensação de “cobra comendo o próprio rabo”.

2014-10-09 047 (640x480) 2014-10-09 049 (640x480)

As esculturas de Lego continuam.

2014-10-09 050 (640x480) 2014-10-09 056 (480x640)  2014-10-09 053 (480x640) 2014-10-09 052 (640x480) 2014-10-09 051 (640x480) 2014-10-09 055 (480x640)2014-10-09 059 (640x480)

Além de um gênio da escultura e do lego, o artista tem bom humor. Ele diz acima que o cello foi feito para inspirar uma criança a gostar de música, mas que não é para ser tocado. Ele avisa: embora pareça um cello de verdade, seu som parece de um lego (it sounds like a lego). Muito inspirado!

Não quero que o post de hoje pareça ter só fotos da exposição. Mas tudo é tão bonito, perfeito e inspirado, que faço questão de colocar mais fotos.

2014-10-09 062 (640x480) 2014-10-09 063 (640x480) 2014-10-09 064 (480x640) 2014-10-09 065 (640x480) 2014-10-09 067 (480x640)

Esta obra, chamada de Building Red é acompanhada de uma frase também muito inspirada: “Todo dia, a vida tira pedaços nossos, e toda noite nos recompomos. Ficamos um pouco mais fortes no processo“.

2014-10-09 070 (480x640) 2014-10-09 074 (480x640) 2014-10-09 071 (480x640) 2014-10-09 072 (480x640)

Olha o detalhe do esmalte. Ao lado desta mão, outra frase inspirada: “Podemos perceber muitos significados em uma mão. Uma mão estendida diz ‘prazer em conhecê-lo’. Uma mão erguida diz ‘afaste-se’. E uma mão em concha para cima significa ‘preciso de sua ajuda’. Algo que todos podemos oferecer um pouco mais, talvez“.

A foto abaixo é a que aparece em Londres inteira divulgando a exposição.

2014-10-09 075 (480x640)

 

Como publiquei parte deste post ontem e hoje completo o texto, já houve tempo de ver minha amiga Karina Bach comentar a foto no Facebook. “Lindo”, disse ela!

Outra escultura que ilustra maravilhosamente bem a frase ao lado dela: “Como seres humanos, vasculhamos o mundo em busca de oportunidades. Oportunidades de sucesso. Oportunidades de felicidade.Mas com muito menos frequência, encontramos estas oportunidades não no mundo externo, mas dentro de nós mesmos. Esta escultura foi feita com Legos reciclados doados para mim“.

2014-10-09 076 (480x640)

2014-10-09 081 (480x640) 2014-10-09 084 (480x640) 2014-10-09 085 (480x640) 2014-10-09 087 (480x640) 2014-10-09 089 (480x640) 2014-10-09 091 (640x480)

Outra frase que faz pensar: “Quando eu era advogado, eu rapidamente percebi que ficava muito mais confortável sentado no chão criando esculturas do que sentado em uma mesa negociando contratos. Meus medos e conflitos pessoais, aliado a um desejo profundo de completa felicidade, pavimentaram o caminho para eu me tornar um artista em tempo integral.” 

2014-10-09 090 (480x640)

Pensei em meu sobrinho Lucas, que está fazendo faculdade de Direito e ao mesmo tempo é o vocalista de uma banda de rock pesado!

2014-10-09 092 (480x640) 2014-10-09 097 (480x640) 2014-10-09 096 (480x640) 2014-10-09 095 (480x640) 2014-10-09 094 (480x640) 2014-10-09 093 (480x640)

 

2014-10-09 100 (640x480) 2014-10-09 099 (640x480)

Este dinossauro, fotografado em dois ângulos, merecia uma foto mais de perto. Ou muito perto!

2014-10-09 101 (640x480) 2014-10-09 102 (640x480)

Olha só os retratos, lindos! O primeiro, apenas um rosto. O segundo é a reprodução mais do que fiel do Andy Warhol.

2014-10-09 104 (640x480) 2014-10-09 103 (480x640)

A mostra já passou por vários paises, agora tem uma parte criada especialmente para a Inglaterra e Londres. A cabine telefônica…

2014-10-09 105 (480x640) 2014-10-09 106 (480x640)

… e um jogo de cena: Today, com os trabalhadores de agora; e Yesterday, com os Beatles.

2014-10-09 107 (640x480) 2014-10-09 108 (640x480)

A escultura dos Beatles foi, na verdade, um show à parte.

2014-10-09 109 (640x480)

Bom, show mesmo foi a foto a seguir.

2014-10-09 110 (640x480)

A mostra termina com uma frase de incentivo, “A maioria das pessoas não tem um bloco de mármore em casa, mas espero que hoje elas se sintam suficientemente inspiradas para pegar alguns blocos de Lego e sair da rotina. Natan Sawaya“.

A frase fica ao lado de um quadro brincando com uma propaganda famosa. A brincadeira é feita com Legos, claro. A mostra termina com um espaço para as pessoas exercerem sua criatividade e construir alguma coisa.

2014-10-09 111 (480x640) 2014-10-09 113 (640x480)

Vocês pensam que havia só crianças brincando com Legos neste espaço? Até havia, mas estava cheia de adultos também!

Depois deste banho de criatividade, bom gosto, inteligência e saudação à vida, hora de continuar o passeio na região. Estamos em Shoreditch, um lugar perfeito para falar de criatividade e inteligência. Olha só a fachada de uma loja bem ao lado do local da exposição.

2014-10-09 114 (480x640)

Mais especificamente, estamos na Brick Lane. Alguns especialistas em Londres dizem que aqui é possível comer alguns dos pratos mais saborosos da cidade. Veja que inspirado o local.

2014-10-09 116 (640x480) 2014-10-09 117 (640x480) 2014-10-09 118 (640x480) 2014-10-09 123 (480x640)

Escolhi um deliciioso prato com costelas de porco, batatas fritas temperadas e salada.

2014-10-09 120 (640x480)

O melhor é que todo mundo aqui está se deliciando com seus pratos e literalmente lambendo os dedos – quase nenhum prato precisa de garfo e faca.

Sento ao lado de uma croata, ela está aqui há uma semana e já vai embora amanhã. É a segunda vez que ela vem a Londres e quer voltar outras. A conversa foi boa, no final ela agradeceu a companhia. Muita gentil da parte dela!

Fim do almoço, mais um passeio pela região.

2014-10-09 124 (480x640) 2014-10-09 126 (480x640) 2014-10-09 127 (480x640) 2014-10-09 128 (480x640)

Estava na hora de ir para outro destino. Mas quero certeza de que não há mais nada interessante para fazer por aqui, então digito na Internet: “Shoredith things to do today“.

Há uma referência a uma obra de arte inaugurada nesta semana, fica em frente a um grande escritório de advocacia. Que ironia, acabei de sair de uma mostra feita por um advogado que cansou da profissão e agora vou para a frente de um dos escritórios de advocacia mais famosos por aqui. Mais uma vez, lembrei do meu sobrinho Lucas.

Algumas pesquisas na Internet e consigo o endereço.

2014-10-09 130 (361x640) 2014-10-09 129 (361x640)

Era só virar a esquina, eu estava ao lado. Viva a Internet.

2014-10-09 131 (640x480) 2014-10-09 135 (480x640)

Diferente o trabalho, até caminhei por dentro da obra. Valeu a visita! Vamos para Camden, mais especificamente Camden Lock Place, que minha prima Adriana falou que é imperdível.

Citymapper orienta, são duas linhas de ônibus e 44 minutos de trajeto.

2014-10-09 139 (361x640)

Bom para aproveitar o caminho, mais do que interessante!

2014-10-09 137 (480x640) 2014-10-09 138 (480x640)

Saio do ônibus, estou indo para o tal Camden Lock Place e já vou sentindo o clima.

2014-10-09 140 (640x480) 2014-10-09 142 (640x480)2014-10-09 141 (640x480)

Cheguei!

2014-10-09 144 (480x640)

Camden Lock Place possui aproximadamente 700 lojas e lojinhas, com os mais variados tipos de comida de rua, muito artesanato, moda e roupas. Detalhe, lojas famosas, de grandes cadeias, são proibidas por aui.

2014-10-09 147 (640x480) 2014-10-09 148 (640x480) 2014-10-09 149 (640x480) 2014-10-09 152 (640x480)

É uma imensidão de lojas, e só estou começando. A última foto acima avisa, tem mais.

Tem um tipo de praça de alimentação ao lado do Regent’s Canal, com barcos que levam os turistas para passear.

2014-10-09 154 (640x480) 2014-10-09 155 (640x480) 2014-10-09 156 (640x480) 2014-10-09 157 (640x480) 2014-10-09 158 (640x480) 2014-10-09 159 (640x480)

Uma área aqui é conhecida Stables, porque antigamente havia até um hospital para cavalos que eram usados na distribuição de produtos na região. Muitas das lojas e lojinhas estão sob os grandes arcos dos viadutos das linhas de trem.

2014-10-09 160 (640x480) 2014-10-09 161 (640x480)  2014-10-09 163 (480x640) 2014-10-09 164 (640x480)

Tudo muito bonito, incluindo até uma experiência engraçada. Ou talvez preocupante… Alguns vendedores parecem que estão morrendo, tal como acontece em algumas feirinhas no Brasil. Este aí da foto abaixo, por exemplo, fiz questão de fotografar.

2014-10-09 162 (473x640)

Uma criança mexeu eu um tipo de brinquedo, o vendedor – sem nem ao menos tirar a mão do queixo – disse “este brinquedo não funciona!”. Que má vontade! Falei que a cena poderia ser engraçada ou preocupante porque ao perceber que eu estava fotografando, saiu correndo. Ele não queria ser filmado. Por que será?

Bom, para evitar encrenca, eu continuei fazendo de conta que estava fotografando os produtos. Fotografei uma bolinha aqui, um penduricalho ali, acho que ele pensou que eu estava fotografando só o que tinha na lojinha. E não ele! Doce ilusão! Mas que fiquei preocupado, fiquei!

2014-10-09 165 (640x480) 2014-10-09 166 (640x480)

As lojas parecem nunca acabar, olha só uma rampa que apareceu com muito mais lojas ainda. Lá no final da rampa, uma estátua da Amy Winehouse, que morava na Camden Square.

2014-10-09 167 (640x480) 2014-10-09 171 (480x640)

Uma loja diferente, com uma experiência única na vida: colocar os pés em um aquário com peixes nadando ao redor. Cada coisa! O aviso na frente da loja traduz a frase também para os brasileiros. Claro, há muitos por aqui! O que já ouvi de gente conversando em português nas lojinhas…

–  Viu só, Diana, não encontrei produtos do Brasil no supermercado, mas falam do nosso país o tempo inteiro por aqui!

2014-10-09 168 (480x640) 2014-10-09 170 (640x480)

Para terminar o passeio em Camden Lock Place , uma das grandes lojas.

2014-10-09 172 (640x480)

E para terminar o dia, uma foto de um lugar para dançar. Meu professor de dança, o Donny, sugeriu que eu mostrasse aqui como dançar samba.

– Donny, ainda não encontrei um lugar para isso. Encontrei esta danceteria ai abaixo, mas é de música eletrônica e com uma fila enorme.

2014-10-09 180 (480x640) 2014-10-09 182 (640x480)

Nem pensar!

Out, 08 (20/27) – Conhecer loja, supermercado e vizinhança também é conhecer Londres

Minhas aulas de inglês estavam acontecendo todas as 2as. e 5as. feiras, mas nesta semana a segunda aula será na 4a. feira. De fato, será a última aula de meu passeio em Londres, já que na próxima semana quero dedicar todo o tempo aos lugares que ainda não vi. Há muitos, um mês só é muito pouco para ver tudo (rs).

Bom, dia de aula de inglês impede as tradicionais visitas, então hoje resolvi passear e fotografar algumas coias na região em que acontece meu curso e no dia a dia das pessoas de Londres.

No passeio nas proximidades da escola, que fica perto da cara e badalada Oxford Street, a primeira parada foi na vitrine de uma loja de sapatos.

2014-10-08 001 (640x412)

Bontitos, mas se levarmos em conta que a libra está valendo quase quatro vezes o valor do real, os sapatos acima estão custando de 1.196 a 1.300 reais. É muito, não é?

Consulto o Trip Advisor para ver o que há na região, há uma referência à Wigmore Hall, uma pequena casa de concertos e shows. Vou lá ver!

2014-10-08 005 (480x640)

Fachada bonita, mas nada excepcional. Válido, porém, para quem está fazendo hora até a aula começar.

Ainda na região, e já voltando para a escola, uma praça que nunca havia visto, embora tenha ido à aula duas vezes por semana nas últimas três semanas.

2014-10-08 008 (640x480)

É a Cavendish Square Gardens, um local sossegado para quem quer descansar das lotadas Oxford Street e Regent Street. Ali da praça dá para ver uma das lojas que mais encontro por aqui, a John Lewis.

2014-10-08 011 (640x480) 2014-10-08 010 (640x480)

Entrei na loja rapidamente, há muito o que ver, desde roupas, móveis, presentes e até supermercado. É, lojas como estas vendem de tudo. Estou sem tempo, nem consigo fotografar, melhor ir para a aula.

Depois da aula, com clima de despedida e tudo, hora de passear mais um pouco. Encontro outra loja semelhante àquela que havia visto antes, agora é a Mark & Spencer. Há até uma entrada exclusiva para o supermercado, é aí que vou entrar.

2014-10-08 013 (640x480) 2014-10-08 014 (640x480) 2014-10-08 015 (480x640) 2014-10-08 016 (640x480) 2014-10-08 017 (640x480) 2014-10-08 019 (640x480) 2014-10-08 020 (640x480)

Bem em um canto, bem próximo aos corredores e às estantes, uma praça de alimentação. Passa das 16h, mas ainda estou com fome de almoço, comi só um pequeno sanduíche antes da aula. Melhor almoçar!

2014-10-08 018 (480x640)

É a primeira vez que como nestes copos. Até agora eu achava que o pessoal usava um destes apenas para algo líquido, tal como uma sopa, mas claramente eu estava enganado. Comi um arroz com carne e chili bem gostoso.

Saindo da loja, dou de cara com uma rua bem conhecida, Carnaby Street.

2014-10-08 022 (480x640)

No Trip Advisor, alguns falam que a rua é mesmo muito charmosa, outras dizem que já foi muito melhor, agora há um excesso de restaurantes de grandes cadeias, como o Pret A Manger na foto abaixo – o restaurante com o toldo mostrando uma estrela.

2014-10-08 023 (640x480)

Descobri que tem Pret A Manger no Brasil, mais exatamente em São Paulo. Fica na Rua Bela Cintra, 2375. Não sei, não gosto do lugar, nunca acho alguma coisa de meu gosto.

Melhor continuar vendo a rua.

2014-10-08 024 (640x480) 2014-10-08 025 (480x640)

Acho tudo muito bonito. Até as transversais, como na foto abaixo, são bonitas também!

2014-10-08 026 (480x640)

A aula de inglês consumiu mesmo todo o meu tempo, já está na hora de ir para casa. Que bom, de ônibus consigo ver bem a Regent Street.

2014-10-08 028 (479x640) 2014-10-08 031 (640x480)

Confiro o Citymapper, são 108 minutos de viagem, uma troca de ônibus.

2014-10-08 032 (361x640)

Esta viagem aparentemente longa, que de fato é, não é problema. Afirmo mais uma vez que a vista em um icônico ônibus de dois andares vale muito.

2014-10-08 033 (640x480) 2014-10-08 034 (640x480)

De novo estou passando pela Piccadilly Circus, talvez o local mais movimentado e iluminado de Londres.

2014-10-08 038 (465x640) 2014-10-08 039 (480x640)

Aqui, além dos prédios monumentais…

2014-10-08 040 (640x480)

…encontramos os teatros e pontos de entretenimento mais famosos da cidade.

2014-10-08 041 (480x640) 2014-10-08 043 (480x640)

Para conferir se sei em que lugar estou, o Citymapper é o companheiro de todas as horas.

2014-10-08 046 (361x640) 2014-10-08 048 (361x640)

Estava na Trafalgar Square quando capturei a primeira foto acima em meu celular, já havia passado a London Bridge na segunda foto.

No caminho, revejo todos aqueles pontos que já vi de perto, de longe, do alto e agora … do ônibus (rs).

2014-10-08 047 (471x640)
London Eye

2014-10-08 049 (480x640)
Stratta

2014-10-08 053 (480x640)
The Shard, em uma janela de ônibus que espelha o clima mais constante em Londres, a chuva!

Ao longo do caminho, os vários supermercados de bairro, muito menores do que aqueles que eu havia visitado mais cedo.

2014-10-08 056 (480x640) 2014-10-08 059 (640x480)

Ainda dá tempo no ônibus de ler as últimas notícias do dia.

2014-10-08 061 (480x640)

O jornal explica porque tenho encontrado tanto turista por aqui: 19,8 milhões visitaram a Inglaterra nos últimos sete meses, metade em Londres. As estatísticas, aponta o jornal, sugerem que Londres ainda colhe o resultado do sucesso dos jogos olímpicos de 2012. Tomara que o Brasil siga este exemplo.

Para não perder o hábito, sou mais uma vez recebido com uma bela lua ao chegar em casa.

2014-10-08 062 (480x640)

Hora de comer o que havia comprado no M&S.

2014-10-08 063 (480x640)

O refrigerante parece Coca Cola, mas é apenas Cola, uma fabricação do próprio supermercado. Fiquei com vontade de experimentar, é HORRÍVEL! O cookie é engordurado demais. Já a salada e o frapê estavam deliciosos!

Out, 07 (19/27) – Queen Elizabeth Olympic Park, ArcelorMittal Orbit

Esta 3a. feira amanheceu ensolarada, tal como previsto no aplicativo BBC Weather. Um dia excelente para conhecer o Queen Elizabeth Olympic Park, dizem que o estádio palco das olímpiadas de 2012 é muito bonito.

Já no ônibus, vejo um tipo de castelo lá na frente. Tenho passado por aqui muitas vezes, sempre quis fotografá-lo, mas nunca deu tempo. Hoje consegui!

2014-10-07 002 (480x640) 2014-10-07 004 (480x640)

Não sei exatamente do que se trata, mas é bem bonito e típico de Londres. Assim como é – mais uma vez – o contraste entre o velho e o novo. Os dois imóveis abaixo estão muito próximos um do outro.

2014-10-07 005 (480x640) 2014-10-07 010 (480x640)

Tive que mudar de ônibus no meio do caminho. Felizmente é tudo muito fácil, as indicações precisas do Google Maps ajudam.

2014-10-07 011 (361x640)  2014-10-07 014 (361x640)

Desci em Stratford, estou na Marshgate Lane. É um bairro  afastado, mais simples. Ou nem tanto, já que há revendedoras de “carrões”.

2014-10-07 016 (640x480) 2014-10-07 017 (640x480)

Olho no Trip Advisor para ver se estou mesmo no lugar certo – eu sou a bolinha azul na figura abaixo – e vejo que preciso andar um pouco para chegar até o Olympic Stadium. Vejo na tela do celular outra atração próxima – a outra bolinha verde ao lado do estádio – é o ArcelorMittal Orbit.

A descrição informa tratar-se de uma escultura gigante, que permite ver o skyline de Londres – os prédios mais altos que são minha referência na cidade – e toda a área a 20 milhas de distância. É o tipo de atração que gosto, lá se vão mais algumas libras.

2014-10-07 018 (361x640)

Vou caminhando meio cismado, está cheio de obras por aqui, é muito difícil passar. Em pouco tempo, no entanto, já vejo o Olympic Stadium e o ArcelorMittal Orbit.

2014-10-07 019 (640x480)

Daqui dá para ver também o The Gherkin, o edificio “pepino” lá longe.

2014-10-07 020 (640x480)

No caminho para o estádio, The View Tube. É uma parada estratégica para tomar um café e ver o estádio a partir de uma plataforma. Há até um piano para quem quiser relaxar e uma parede para você escrever algumas “mal traçadas linhas”.

2014-10-07 021 (640x480) 2014-10-07 022 (640x480)

Embora o sol esteja brilhando bastante, o vento é muito forte. Forte demais, não sei se seguro meu boné na cabeça ou se tiro fotos. Tentei mostrar a força do vento neste arbusto vergado na foto abaixo.

2014-10-07 023 (480x640)

Com vento e tudo, melhor continuar andando. É bom, novos pontos conhecidos vão aparecendo – olha The Shard na foto à direita abaixo. Felizmente, os pontos que quero ver ficam cada vez mais próximos.

2014-10-07 024 (480x640) 2014-10-07 025 (470x640) 2014-10-07 026 (640x480)

Mesmo assim, continuo cismado com o caminho, só eu estou por aqui. Felizmente de vez em quando aparece algo apontando que o caminho é este mesmo. Lá no fundo a placa diz “Queen Elizabeth Olympic Park“.

2014-10-07 027 (480x640) 2014-10-07 029 (480x640)

Passo ao lado do River Lea, um pequeno afluente do Tâmisa. Interessante, aqui também há pequenos barcos com pessoas morando dentro. São usados para passeios de turistas, tal como havia visto outro dia lá perto da King’s Cross Station, aquela da plataforma 9 ¾.

2014-10-07 030 (480x640) 2014-10-07 032 (480x640)

Já estou do outro lado do Olympic Stadium, vejam que o ArcelorMittal Orbit aparece agora à esquerda do estádio. Ufa, já dei a volta completa, com muito vento e muito frio – apesar do sol!

2014-10-07 033 (640x480) 2014-10-07 034 (640x480)

Nesta caminhada ao redor do estádio, me dei conta de que não conseguiria entrar. Está tudo em obras por aqui, o acesso não é permitido. Até porque não há mais pistas ou muito para ver no interior, é tudo máquinas e homens trabalhando. Está acontecendo um processo de revitalização da região. Afinal, não é porque passaram as olimpíadas que este imenso parque deixará de ser usado.

Mesmo assim, só estar na região já vale apena. A atenção aos detalhes no parque olímpico como um todo é digna de nota. Olha só, há varios lugares que simulam aqui fora o interior do estádio olímpico.

2014-10-07 035 (640x480) 2014-10-07 037 (640x480) 2014-10-07 038 (640x480) 2014-10-07 039 (640x480)

Será que em nossas olimpíadas em 2016 no Rio haverá também este cuidado com os detalhes?

Há também, mais uma vez, as pequenas fontes saindo do chão, e não em um lago, como estamos acostumados.

2014-10-07 040 (640x480)

Atrás da fonte, o London Aquatics Centre.

2014-10-07 042 (640x480)

Só agora me dei conta. Como pretendo visitar o ArcelorMittal Orbit, posso ver o estádio lá do alto. Que bom! Vamos em frente!

2014-10-07 041 (480x640)

Logo na entrada o guia ja mostra detalhes da estrutura. A foto à direita foi tirada bem abaixo deste enorme tubo de sustentação da torre.

2014-10-07 046 (640x480) 2014-10-07 047 (640x480)

A torre tem 114,5 metros de altura, e foi de alguma forma inspirada na Torre Eiffel de Paris. Como tudo aqui em Londres, esta é mais uma polêmica: alguns são muito a favor e outros são radicalmente contra.

Como sou apenas um turista, não um “londoner”, quero mais é aproveitar a paisagem e as 15 libras que investi no ingresso.

A vista é de fato muito bonita.

2014-10-07 048 (640x480)
Canary Wharf, um dos centros econômicos de Londres, aquele que fica junto às Docklands.

2014-10-07 050 (640x480)
Os edifícios altos que tenho olhado sempre. Na descrição em uma tela multimídia aqui, descobri o nome deste segundo edifício da esquerda para a direita, logo depois do The Shard. Fica na 
20 Fenchurch Street e é conhecido como Walkie-Talkie por conta de seu formato peculiar. Eu havia procurado o nome dele, mas não havia descoberto. Até agora!

Na sequência vemos The Gherkin.

2014-10-07 051 (640x480)
Olympic Stadium propriamente dito – em obras e visto através de uma cerca de segurança a partir do ArcelorMittal Orbit.

2014-10-07 055 (480x640)
The O2, a gigantesca arena de eventos.

2014-10-07 056 (640x480)
Canary Wharf O2 juntos.

2014-10-07 057 (640x480)
U
ma vista bonita do espaçoso e bem cuidado parque olímpico.

2014-10-07 059 (480x640)
Um outro edifício imponente e moderno. A descrição exibida na tela digital aqui no ArcelorMittal Orbit informa ser um dos poucos em Londres cuja construção foi feita com um preço fechado, algo que não parece ser comum por aqui.

2014-10-07 061 (640x480)
Mais uma vista da região, agora mostrando os novos edifícios construídos e em construção, acredito que por conta do espaço olímpico.

2014-10-07 064 (640x480)
London Aquatics Center

Vista muito bonita, mas preciso descer. Quero aproveitar que estou na região e conhecer outras coisas por aqui. Só que havia mais uma boa surpresa, a escada. Era possível descer normalmente pelo elevador, mas quem optasse pela escada teria a chance de ouvir sons gravados durante a construção do monumento e também sons típicos de Londres.

São só 455 degraus. Vamos lá!

2014-10-07 066 (480x640) 2014-10-07 067 (467x640)

Valeu a descida, muito interessante ouvir os sons. Ouvi desde momentos da construção, muito bem identificados como na placa acima, até japoneses conversando e tirando fotos, sirenes de ambulância andando por Londres e muito mais. Tudo gravado, identificado e reproduzido em vários lugares da escada. Criativo, muito criativo!

Fiz questão de fotografar a torre lá debaixo, para eu não esquecer o tamanho absurdo da escada – e da torre, claro!

2014-10-07 068 (480x640)

O parque olímpico é um show à parte.

2014-10-07 069 (640x480) 2014-10-07 070 (640x480) 2014-10-07 075 (640x480) 2014-10-07 071 (640x480)

No caminho, parei para ler uma placa sobre o ArcelorMittal Orbit. 

2014-10-07 072 (480x640)

Interessante o trecho sobre propostas de casamentos, 4 marriage proposals. É, o local virou ponto casamenteiro.

Bem ao lado, e agora mais perto, o London Aquatics Center.

2014-10-07 077 (640x480)

Sob esta cúpula do centro aquático, o que era grande parece bem menor.

2014-10-07 078 (480x640) 2014-10-07 079 (640x480)

Vejo muita gente passando aqui e indo todos em uma mesma direção. Confiro no Trip Advisor, é o Westfields Shopping Centre.

Pausa para um comentário. Nosso professor de inglês disse que Estados Unidos e Inglaterra são dois paises separados por uma mesma lingua. A brincadeira é por conta das muitas diferenças nas palavras. Por exemplo, o americano fala “center” e o inglês “centre”. Coisas do idioma.

Vamos ao shopping.

2014-10-07 081 (640x480) 2014-10-07 082 (640x480) 2014-10-07 083 (640x480) 2014-10-07 084 (640x480)

Já estava mais do que na hora de almoçar. Preferi hoje um restaurante de verdade, entrei no Jamie’s italian. Uma cantina!

2014-10-07 087 (480x640)

Há vários Jamie’s italian pela cidade, este é de Stratford, o bairro em que estou agora. O cardápio é bastante variado.

2014-10-07 086 (480x640)

– Cecília, adivinha o que eu pedi?

Claro, uma massa à bolonhesa: tagliatelli a bolognese! Havia duas opções de tamanho para o prato, escolhi o menor. A garçonete, muito simpática, explicou que o menor era muito pequeno, pedido normalmente quando as pessoas escolhem outros pratos mais. Pedi então o maior!

Enquanto aguardava, aproveitei para conhecer o restaurante. A parte inferior estava bem frequentada, a superior vazia. Ainda é cedo por aqui, embora passe das duas da tarde.

2014-10-07 088 (480x640) 2014-10-07 090 (480x640) 2014-10-07 094 (480x640)

Meu prato já estava na mesa quando voltei. Parecia bom! Na verdade, parecia pouco! E olha que pedi o prato grande!

2014-10-07 095 (640x480)

Durante o almoço, aproveitei para conhecer mais o local – através do Google Maps. Foi só aí que percebi que estava na parte externa do shopping – o Westfields Shopping Centre Street. Havia muito mais lá dentro!

Mais uma vez, não me canso de impressionar com a tecnologia. O Google Maps mostra então o que há em cada andar do shopping. É incrível!

2014-10-07 097 (361x640) 2014-10-07 098 (361x640)2014-10-07 099 (361x640) 2014-10-07 100 (361x640)

É mesmo muito bom. Ali, sentado, andei pelo shopping inteiro. Esta facilidade do Google Maps existe no Brasil também. Dá para andar pelo interior dos shoppings através do aplicativo.

Nada melhor, no entanto, do que andar no shopping real. Almoço terminado, hora de passear!

2014-10-07 101 (640x480) 2014-10-07 103 (640x480)

Algumas lojas fazem pensar que estou no Brasil.

2014-10-07 104 (640x480) 2014-10-07 106 (480x640) 2014-10-07 105 (640x470)

O que não faz pensar é o tamanho de tudo por aqui em Londres, tudo é muito grande. Depois de andar bastante, cheguei … à metade do corredor. E havia outro. A foto abaixo mostra o cruzamento de dois corredores. As duas seguintes mostram cada um deles.

2014-10-07 107 (640x480) 2014-10-07 108 (640x480) 2014-10-07 109 (480x640)

E eu ainda estava no primeiro piso!

2014-10-07 110 (480x640)

No meio do segundo piso, uma praça de alimentação que não parece nem um pouco com as nossas.

2014-10-07 111 (640x480)

Um pouco mais à frente, uma loja com filas. Adivinha só que loja é?

2014-10-07 113 (640x480)

Pois é, vários e vários dias depois do lançamento do iPhone 6 e iPhone 6 Plus, as pessoas ainda estão na fila para comprar um.

No andar mais baixo, uma nova praça de alimentação, esta mais parecida com as nossas.

2014-10-07 117 (640x480)

Ninguém é de ferro! Eu já havia almoçado, mas havia espaço para uma sobremesa.

2014-10-07 115 (480x640)

O sorvete aqui é chamado de gelatto. Pedi um de chocolate amargo!

Hora de ir embora. Até a saída do shopping para o metrô é bonita!

2014-10-07 120 (480x640)

Queria saber em que borough eu estava, mas o Google Maps não ajudou!

2014-10-07 124 (361x640)

Estava ventando muito, eu não sabia se segurava o boné ou continuava a pesquisa. Resolvi ir embora, pegar um ônibus.

Pausa para outro comentário. Agora aqui no quarto, enquanto escrevo o blog, tive mais tempo para pesquisar. A Wikipedia fala informa que eu estava no borough de Newham – mais um para a lista! Também li que este é o borough com a maior porcentagem de muçulmanos na Inglaterra, 32%. Por último, a informação que mais chamou minha atenção: o Westfield Shopping Centre é o maior shopping urbano de toda a Europa! Ufa, pensava que todo shopping por aqui fosse grande assim!

Voltando aos ônibus, a estação também chama bem a atenção!

2014-10-07 126 (640x480)

Já que estava por aqui, resolvi dar uma olhada em um bairro que sempre vejo no Google MapsPoplar. É um bairro simples, por isso mesmo quero conhecer. No caminho, mais uma oportunidade de ver ruas comuns de Londres.

2014-10-07 127 (467x640) 2014-10-07 128 (480x640)

A foto acima à direita mostra uma ciclovia ao lado da faixa de ônibus – esta faixa mais escura perto da calçada. Pois bem, os ônibus aqui têm serviço de som, cada parada é anunciada no alto-falante. Como aqui tem bicicletas passando, o som avisa:

– There is a cycle line behind this stop. Use cross route!

Acho o cúmulo do cuidado, ouvir a frase “Há uma ciclovia atrás deste ponto. Use a faixa de travessia” dá um exemplo de como o transporte é levado bem a sério por aqui. Mesmo assim, os congestionamentos e excesso de gente no metrô e trem é uma constante. Ainda não acharam uma boa solução.

 

Dentro do ônibus, sempre confiro o caminho. Estou usando o Citymapper, melhor do que o Google Maps neste caso: consigo ver o caminho e o nome das paradas de ônibus. O pontinho azul sempre indica em que local estou, inclusive quando a tela mostra a lista de paradas. É muito fácil andar assim!

2014-10-07 130 (361x640) 2014-10-07 132 (361x640) 2014-10-07 133 (361x640)

Poplar sempre aparece quando estou pesquisando Canary Wharf, local que vejo agora que saí do ônibus.

2014-10-07 136 (640x480)

Os apartamentos por aqui são simples, nada parecido com as mansões e casarões da City of London Westminster – os locais mais frequentados por turistas.

2014-10-07 137 (640x457) 2014-10-07 138 (640x471)

À frente a Church of St Mary and St Joseph.

2014-10-07 140 (640x480) 2014-10-07 145 (640x480)

Poplar Park, um dos muitos e muitos existentes na cidade. Neste há até espaço para um bom jogo de tênis.

2014-10-07 150 (640x480)2014-10-07 148 (480x640)  2014-10-07 151 (640x480)

All Saints Church, com um grande gramado e bancos ao lado. Esta é uma cena típica na maior parte das igrejas. Sempre há um jardim e espaço para descanso.

2014-10-07 152 (480x640) 2014-10-07 154 (640x480)

Ufa, chega por hoje. Na porta da casa em que estou, sou recebido por uma bela lua ao cair da noite!

2014-10-07 155 (480x640)

Poético este final de post…

Out, 06 (18/27) – Harrods, tudo para todos; Mousetrap, Agatha Christie há 62 anos

Segunda-feira, aula de inglês às 12h45. É um dia que aproveito a manhã para trabalhar um pouco, já que não estou exatamente em férias aqui em Londres. Continuo em contato com meus clientes, agendando e reagendando aulas. Em outras palavras, é um dia com menos fotos, já que o passeio começa depois das 16h, quando a aula termina.

A dona da casa em que estou hospedado, Maureen, quando soube que eu iria ao Hyde Park ontem, sugeriu que eu aproveitasse e conhecesse também a Harrods, uma das lojas mais famosas de Londres. Maureen disse que a proposta da loja é vender tudo para todos. Diz a lenda que você pode encomendar até um elefante, se quiser.

Não deu tempo de ir ontem, vou aproveitar que a escola fica razoavelmente perto e ir hoje. Então, aqui estou depois da aula eu apreciando a paisagem no andar superior do ônibus.

2014-10-06 004 (480x640) 2014-10-06 005 (480x640) 2014-10-06 006 (464x640)

Esta estátua aí acima chamou minha atenção. Eu teria que saltar dois pontos à frente, mas saí do ônibus na hora para ver o monumento mais de perto.

2014-10-06 008 (473x640)

O Wellington Arch, também conhecido como Arco da Constituição ou Arco de Green Park, é um arco do triunfo situado a sul de Hyde Park, no centro de Londres. A proposta é ser  uma grande entrada para o centro de Londres a partir do oeste. Ainda bem que vim ver.

Caminhando em direção à Harrods, dá para sentir que a região é formada por lojas de grife.

2014-10-06 010 (640x480)

É uma forma de preparar lentamente o espírito para não levar um choque quando aparecer a Harrods, que é MONUMENTAL.

2014-10-06 015 (640x476) 2014-10-06 016 (480x640)

Não me canso de surpreender também com a integração na cidade. Bem ao lado de uma das lojas mais chiques de Londres, senão a mais chique, há uma estação de metrô. Sim, muita gente vem aqui de metrô. O transporte público de Londres está em todos os lugares!

2014-10-06 018 (640x480)

Trip Advisor informa que a Harrods é o terceiro ponto mais visitado em Londres. Vamos entrar!

2014-10-06 019 (640x480) 2014-10-06 021 (640x477) 2014-10-06 025 (480x640) 2014-10-06 030 (640x480)

Li uma crítica dizendo que o melhor produto que você encontra na melhor loja de Londres é apenas o item mais básico aqui na Harrods. Nossa!

A loja começou como uma doceria e mercado de chá em 1834 e desde então nunca mais parou de crescer. Hoje são sete andar e 330 departamentos. Há 27 cafeterias, restaurantes e sorveterias e até o Harrods Bank.

Veja só as pessoas esperando para entrar em um dos restaurantes.

2014-10-06 027 (480x640)

Quando chegou a hora de sair da loja, eu não sabia como. Estava perdido! Caminhei então em direção a uma das laterais da loja, eu havia visto uma escada há algum tempo. Deu certo, consegui sair!

Meu próximo destino, Royal Albert Hall. A Mauren falou que ficava perto da loja, sua intenção foi ajudar. Como todos conhecem o Royal Albert Hall, ela falou para eu chegar primeiro lá e depois andar assim e assado até encontrar a loja. Acabei fazendo o contrário, fui primeiro à loja. Hora então de ver outro dos lugares mais famosos de Londres.

Google Maps indicava uns 15 minutos de caminhada, mas algo estranho aconteceu, eu não conseguia acertar o caminho.

2014-10-06 035 (361x640)

Eu ia para frente, ia para trás, mas não conseguia fazer o pontinho azul – eu – acertar o tracejado feito pelo Google Maps. Percebi também que de vez em quando algumas pessoas estavam atrás de mim e no momento seguinte desapareciam.

Pois é, o mistério é este pequeno desvio no caminho traçado em meu celular. Havia uma escadinha ligando duas ruas, eu nunca poderia imaginar que era público e usado para ir de um lugar para outro.

2014-10-06 034 (480x640)  2014-10-06 036 (480x640) 2014-10-06 037 (480x640)

Londres surpreende mesmo! Olha aí na foto abaixo outra vista diferente, uma espécie de vila. Fica em uma transversal da rua em que eu estava.

2014-10-06 039 (472x640)

É sempre bom andar a pé por aqui, é uma forma de descobrir pontos inesperados. Olha só que paraíso é o Imperial College.

2014-10-06 042 (640x480)2014-10-06 041 (480x640)

Dá até gosto estudar em uma escola assim. Será que os alunos têm consciência disso?

Logo após a entrada da escola, encontrei um exemplo do Zip Car. É um serviço em que os clientes pegam um carro em um ponto qualquer da cidade e deixam em outro ponto. Assim, sem mais nem menos. É quase o que fiz com a bicicleta ontem, só que agora é com um carro. Eu já havia lido sobre o serviço, mas nunca havia visto. Até hoje!

2014-10-06 043 (480x640) 2014-10-06 047 (480x640)

É uma solução perfeita para o problema dos eternos engarrafamentos em grandes cidades. Já pensou, você pega um carro na esquina de sua casa, vai até outro ponto e deixa o carro estacionado para outra pessoa pegar. Fantástico!

London College não terminou ainda, havia mais um prédio imponente à frente.

2014-10-06 049 (640x480) 2014-10-06 050 (640x421)

Depois das boas surpresas que apareceram nesta curta caminhada, final o Royal Albert Hall.

2014-10-06 052 (640x480)

Ao fundo, o Albert Memorial.

2014-10-06 056 (480x640)

Ao lado, as mansões da região.

2014-10-06 060 (640x480)

2014-10-06 057 (480x640) 2014-10-06 058 (480x640)

Estas e outras mansões de Londres têm provocado muita polêmica por aqui. Há um amplo debate no parlamento sobre uma nova forma de taxação destas imensas propriedades.

Agora dá para ver melhor o Albert Memorial. É um santuário gigante enfeitado com joias protegendo a escultura de bronze dourada do marido da Rainha Victoria, o Príncipe Albert.

2014-10-06 061 (640x471)

Vamos manter o foco, vim aqui para ver o Royal Albert Hall

2014-10-06 064 (640x480) 2014-10-06 065 (640x480)

Até quero entrar, mas tenho outros planos para a noite de hoje – já passa das 18h. Minha amiga Naisa e minha esposa Cecília falaram para eu ver a peça de teatro mais tradicional de Londres, Mousetrap. A sessão começa às 19h30, tenho que ir. Se der, volto aqui outro dia.

Prefiro andar de ônibus para ver as paisagens, mas eu estava com pressa, melhor escolher o metrô

2014-10-06 066 (480x640)

Doce ilusão. A foto acima ficou ruim, eu a tirei rapidamente, mas dá para mostrar um pouco da angústia do pessoal aqui no horário de pico. Os metrôs ficam entupidos, não consegui entrar. Nem eu e nem qualquer outra pessoa na estação. Esperei passar mais um trem e a situação continuou, não dava para entrar. A plataforma ia ficando cada vez mais cheia.

Saí da estação e peguei um ônibus!

No caminho a pé entre o ponto de ônibus e o St. Martin’s Theatre, uma lanchonete com muita gente, era o Five Guys. A famosa lanchonete americana acabou de ser inaugurada por aqui, as filas são imensas, todos querem experimentar. Que legal, eu a conheci na origem, lá em Nova York. Que metido eu, hein? Esta é a lanchonete preferida da Sra. Obama, a Michelle.

2014-10-06 068 (480x640) 2014-10-06 069 (480x640)

Cheguei ao teatro!

2014-10-06 070 (640x480) 2014-10-06 073 (640x480)

Mousetrap, ou Ratoeira, é uma peça de Agatha Christie representada aqui em Londres há 62 anos. É um caso único no mundo!

Foi sensacional, a melhor peça que eu poderia ter escolhido. Os atores e atrizes falam um inglês britânico perfeitamente inteligível, diferente daquele que ouço nas ruas e tenho dificuldade para entender. Mais, o cenário reproduz fielmente o interior de um casarão típico de Londres.

Não vi as outras peças, por isso é difícil julgar, mas acredito que esta seja a melhor para quem quer experimentar uma encenação 100% britânica. Gostei muito!

A saída proporciona uma bela visão da noite londrina.

2014-10-06 074 (480x640)

No trem, o jornal London Evening Standard dá noticias do Brasil.

2014-10-06 075 (640x462)

O finalzinho do texto repete uma declaração de Dilma, em que ela diz ter entendido claramente a mensagem das ruas e das urnas. Aprendi que urna em inglês é ballot box. O jornal continua a declaração, falando que Dilma diz ter entendido que os brasileiros querem mais velocidade no “…Brasil que estamos construindo”.

London Evening Standard completa dizendo ser esta uma tarefa difícil, já que a economia está no quarto ano de um crescimento lento depois de um boom constante durante 10 anos. Pois é, falou o jornal britânico!