Junho, 03 (18/30) – Niagara Falls

162
Niagara Falls

Hoje é dia de ir para Niagara Falls, um passeio que tenho a maior expectativa. Tanto é que vou até passar a noite lá, quero ver as cascatas à noite também, dizem que a iluminação é especial. Não posso perder!

De Toronto para Niagara Falls

Estou na rua mais cedo do que o normal, o trem sairá às 8h20 e estou a caminho da Union Station.

Mesmo focado no horário de partida, algumas coisas me distraem. Uma é este edifício…

001

…acho o formato dele muito parecido com um que vi em Londres. Há muitos dias aqui, ainda não descobri o nome dele, espero conseguir na volta.

Sair da cidade recordando um cenário familiar é sempre bom, a CN Tower e o sistema de bicicletas compartilhadas, Bike Share Toronto, aparecem em muitos pontos da cidade.

002

A organização da Via Rail, empresa que faz as viagens de trem, é impecável. Meu trem, número 97, sai da plataforma 20 às 8h20, embarque a partir das 7h50.

São 7h30, ninguém por aqui ainda.

003

Ninguém é modo de dizer. A plataforma de embarque para Niagara Falls está vazia porque as pessoas confiam nos horários e não precisam chegar cedo, mas na estação o movimento é muito grande!

005

Enquanto não chega minha hora de viajar, vou passeando pela enorme Union Station. É a terceira vez que venho aqui e parece a primeira, estou andando em lugares que ainda não havia visto.

Até exposição de cadeiras tem!

007

Cada cadeira tem um nome e uma placa aqui explica quem a desenhou, quais as intenções e que material foi usado.

008

Vocês pensam que estas cadeiras foram colocadas aqui por um fabricante de móveis? Que nada, elas fazem parte da estratégia do Toronto-Dominion Bank. Ao oferecer cadeiras confortáveis e com estilo que combina com cada um, o banco quer mostrar que pode também oferecer serviços personalizados para cada cliente.

Inteligente a campanha!

Embarco no trem, agora vejo a cidade pela janela.

013

De fato, vou aproveitando a viagem inteira para observar o Canadá.

016

Para entender melhor os lugares por onde passo, nada como o bom companheiro de viagens Google Maps.

017

Por exemplo, não passamos por um rio, mas pelo abrangente (rs) Lake Ontario.

A viagem vai se desenrolando.

022 024 025

Em menos de duas horas, chego a meu destino.

Niagara Falls

Da estação de trem até a casa em que ficarei hospedado, pouco menos de 30 minutos de caminhada.

Tudo bem, estou apenas com uma pequena mochila, fácil andar até lá. E bom, é meu primeiro contato com a cidade. Estou entrando agora no Queen Street District.

027

Há um caminho muito bem cuidado, provavelmente paralelo ao Niagara River.

028

A casa em que vou passar à noite parece simples, talvez encantadora por isso mesmo.

030

031

032

A proprietária é uma senhora idosa oriental que mal sabe pronunciar algumas palavras em inglês. Ela disse apenas algumas: bed, key, “you’re welcome“.

Ela é muito simpática e certamente bem inocente no assunto tecnologia. Vejam a senha do wifi.

033

Deixo tudo no quarto e mais do que depressa vou em direção às tão esperadas cataratas.

Olhando para trás, minha casa fica ainda mais charmosa.

034

O que não é difícil, a rua toda é charmosa.

035

Em menos de cinco minutos, já estou em uma das ruas mais movimentadas da cidade, Clifton Hill.

036

É uma rua cheia de atrações comerciais, certamente um ponto de muita atividade à noite.

Por um momento pensei ter visto alguém andando sobre um cabo cruzando a rua (rs).

038

É um boneco!

Terceira cidade que visito no Canadá, terceira com roda gigante.

041

Pode parecer bobagem, mas meu coração começa a bater forte quando vejo lá no final da rua uma das tão esperadas cataratas.

045

Cheguei à beira do Niagara River, completamente sem palavras. Apenas emocionado!

047

Que espetáculo! É lindo, lindo, lindo!

049052

Passeio de barco Hornblower

Alguns passeios são meio que obrigatórios, um deles é o barco que chega bem perto das cataratas.

Sabendo disso, já comprei um passe que dá direito a várias atividades obrigatórias, é o Niagara Falls Adventure Pass. Tenho direito a:

  • Hornblower Niagara Cruises;
  • Journey Behind The Falls;
  • Niagara’s Fury;
  • White Water Walk.

Além de pagar um valor menor, vejo mais duas enormes vantagens:

  • Não enfrentar filas para comprar ingressos para cada atração;
  • Mais importante ainda, poder usar durante dois dias os ônibus turísticos que levam aos principais pontos a visitar. Como os locais estão espalhados à beira do Niagara River, a distância é muito grande entre eles. Uma das atrações está quase a 20 km daqui, poder usar os ônibus que passam a cada 15 a 20 minutos é uma tranquilidade.

Para o primeiro passeio, o do barco, nem precisei do ônibus, é exatamente onde estou.

053

Passar ao lado das cataratas é emocionante e … molhado. Todos recebemos um poncho, um tipo de capa de chuva.

057

É tudo uma grande festa!

062 066

Cecília, minha mulher, fez uma observação engraçada. Nem vou comentar aqui porque não acho apropriado ela ter dito que o poncho parece enormes camisinhas (rs).

068

O barco começa a andar…

069

… todo ficamos ouriçados!

070

Vejam, há outro barco à nossa frente, ele chega bem perto mesmo!

073 079 081

Vou parar de comentar, é melhor ficar olhando.

088

Ah, não, essa eu preciso falar. Em meio a toda esta água bem agitada, um pato nada calmamente à beira das cataratas.

089

Olhando para trás, a Rainbow International Bridge, ponte que liga o Canadá aos Estados Unidos.

090

Bonito, mas vou olhar para frente de novo, uma das cataratas está bem aqui.

093

Além da beleza visual, ouvir o estrondo das águas caindo e sentir as muitas gotas molhando o poncho é uma sensação única.

095

As margens do Niagara River mostram a força das águas ao longo do tempo, a erosão das rochas é bem marcante!

096

Estamos agora em próximo às cachoeiras canadenses!

102

Como o barco vai virando, dá para apreciar também a cidade. Esta é a Skylon Tower, provavelmente irei lá!

103

Já estamos nos afastando das cascatas canadenses.

104

O passeio ao todo dura 20 minutos, suficiente para sair com a calça e o tênis molhados, apesar do poncho. Ah, óculos molhado também (rs).

Enquanto a viagem não termina, dá para apreciar MUITO!

105 106

Este é o cassino!

107

Aqui estão as cataratas americanas.

109

Deste ponto dá para ver todas as cascatas.

111 112 114 116

Para matar a saudade, uma imagem com zoom.

117

A poeira de água é impressionante!

É por isso que todos ficamos molhados!

136137 138 139

Pronto, acabou o passeio de barco.

Journey Behind the Falls

Outro passeio da vez é o Journey Behind the Falls, algo que me deixa bem curioso. Jornada ATRÁS das cataratas? Preciso ver, é uma caminhada de menos de 10 minutos até lá!

Que bom, andar à beira das cataratas do Niagara é um espetáculo constante!

141 142 145 149 150 157 162 165 167 168 170 171

Olha lá o barco com outros turistas molhados. E certamente impressionados!

172173 175

O tempo todo aqui estou lembrando de um desenho do Pica-Pau descendo as cataratas dentro de um barril. Se minha memória não falha, é mais ou menos daqui que ele pulava.

176

Meu irmão Lelo lembra também, ele acabou de enviar por WhatsApp um link do YouTube.

Que legal, Lelo! Obrigado!

Bem, acabei chegando atrás das cataratas. Primeiro, um túnel em que você chega bem ao lado da água caindo.

178

A imagem não é lá estas coisas, é só água, água e água. Mas o barulho é impressionante, são as águas rolando com todo seu vigor e força. De arrepiar!

Depois, chegamos a uma plataforma. À esquerda, a Rainbow Bridge e as cataratas americanas…

179

… e à direita as impressionantes cataratas. Bem ao lado mesmo!

182

É um momento único!

188 192

Ufa, valeu!

Vou para cima ver tudo novamente. Estou gostando DEMAIS!

194

Vejam só que impressionante! As águas calmas aqui bem na minha frente caindo velozmente no precipício alguns metros depois.

195

É uma visão fantástica!

196 199

Preciso compartilhar aqui o que estou sentindo, o melhor então é gravar o movimento da água.

Não estou satisfeito, vou gravar novamente mostrando de um jeito mais amplo estas cataratas a meu lado, Horseshoe Falls.

Enquanto isso, os passarinhos estão na maior calma aqui nas margens.

200

Já mostrei este pássaro preto com asa vermelha em outro post, preciso saber o nome.

Pronto, a wikipedia como sempre traz a resposta: é o Red Wing Blackbird.

212

White Water Walk

Na lista de atrações, escolho a White Water Walk. São as corredeiras do Niagara River depois que as águas passam pelas cascatas. Deve ser também um ótimo espetáculo da natureza, estou indo para lá.

Não é perto, então aproveito os privilégios do Niagara Falls Adventure Pass e pego o WEGO, ônibus turístico que vai até os principais pontos.

Cheguei no ponto e já vou logo olhando algo inesperado, bem em frente: um templo budista. Eu acho!

221

Consulto o Google Maps, é o Ten Thousand Buddhas Sarira Stupa. Muito bem, vamos lá para baixo ver as corredeiras!

Depois de descer por um elevador pequeno – o que explica quase 30 minutos na fila esperando – estou atravessando um túnel para chegar na beira do rio.

222

À minha direita uma outra ponte, Whirlpool Rapids Bridge, sobre as agitadas águas do Niagara River.

223

À esquerda, a agitação é tão grande que vejo até turbilhões. É o whirlpool que aparece no nome da ponte.

224

Uma visão sem igual!

225

Nada como uma boa infraestrutura! Há uma passarela para caminharmos ao lado das corredeiras e turbilhões!

229

Até nome a passarela tem!

230 232

Outro dos muitos momentos felizes do dia!

234 245

Aqui também o melhor jeito de compartilhar minha emoção é gravando estas corredeiras.

De arrepiar!

Neste ponto dá para apreciar muito bem a erosão das rochas.

248 251

Um bom ponto para uma visão panorâmica.

261

Bem, vou voltar!

263

Niagara’s Fury

Uma das atrações do passe turístico que comprei é o Niagara’s Fury. Eu não estava muito interessado em ver, é só um vídeo, mas como quero ficar passeando até anoitecer para ver a famosa iluminação das cascatas, vou entrar nesta atração.

Fica bem ao lado da Journey Behind the Falls, lá naquele ponto distante em que eu estava há pouco. Tudo bem, ninguém mandou eu mudar de ideia e agora querer ver o vídeo. Pego o ônibus para turistas e volto.

O filme vai começar.

265

Não é possível fotografar – nem teria sentido – mas até que foi legal. O chão treme, o som é alto e até ficamos molhados – por isso aqui ganhamos também um poncho. É um filme extremamente real!

Na saída, um grupo de orientais cantando em frente às cataratas. Tem até regente!

268

É uma atração atrás da outra, muitas proporcionadas pela natureza. Vejam o belo arco-íris.

269 270

Skylon Tower

Cataratas como estas do Niágara merecem ser vistas do alto, vou à Skylon Tower. Nem faz parte do pacote que comprei, mas esta atração faço questão de visitar.

Quem bom, olha só a vista daqui de cima!

271 274

Daqui consigo entender melhor os nomes dados às cataratas. São três, aquela que fica a maior parte no território canadense, mostrada na imagem anterior, é chamada de Canadian Falls ou também Horseshoe Falls, já que do alto ela lembra uma pata de cavalo.

Não é que parece mesmo?

Na próxima imagem, vemos à esquerda as cataratas americanas. Só que são duas, há uma bem pequena separada por uma rocha da maior. Esta pequena é chamada de Bridal Veil, já que lembra um véu de noiva.

275 276

Outra coisa que entendo aqui de cima é o nome Table Rock. Esta próxima imagem mostra bem no meio uma rocha mais pronunciada, meio que avançando em direção às cataratas canadenses. É que antes a rocha era muito maior, mas a erosão constante provocada pelas águas forçou um colapso de rochas em 1818.

279

Continuando a aula de geografia histórica, a Wikipedia relata mais colapsos de rochas em 1828 e 1829. O mais notável aconteceu em 1850, quando um terço deste ponto caiu no precipício das cataratas, chamado de Niagara Gore. Um motorista estava lavando sua carruagem quando a rocha começou a ceder. O homem escapou, mas a carruagem foi destruída.

Sucessivos colapsos aconteceram em 1853, 1876 e 1897, então por razões de segurança a rocha maior restante foi explodida em 1935. Sobrou esta ponta mostrada pela imagem anterior, a Table Rock.

Depois desta abrangente explicação, nada melhor do que uma panorâmica visão.

285

Um pequeno comentário. A imagem acima está com uma mancha preta em sua ponta direita, foi provocada pelo vento. É absolutamente impossível segurar o celular com firmeza no alto da Skylon Tower, tentei faze uma panorâmica várias vezes e esta foi a menos tremida. Ah, para quem não que sofrer o vento, a torre tem uma parte envidraçada e aquecida!

Fallsview

Embora as cataratas sejam a razão principal da visita à cidade de Niágara, visitar os demais pontos também é um ótimo jeito de aproveitar a viagem.

O terreno ao lado das cataratas é um morro – leve, mas um morro – e por isso o nome Fallsview. A região foi bem aproveitada, há muitos hotéis de luxo, comércio e até um casino.

Acabei de chegar!

291

Uau! Vejam que impressionante o interior do cassino.

292

294

Ah, só agora estou entendendo. Aqui não é só um cassino, mas todo um empreendimento comercial. Os corredores lembram um grande shopping center e são extremamente vistosos.

295 297

Estou em um andar superior, vou descer para ver o lado externo aposto ao que entrei.

298 300

Os donos do empreendimento capricharam!

303307

Ah, eis o que eu estava procurando, um local para ver as cataratas daqui de cima.

311

Não é à toa que este lugar se chama Fallsview.

314 315

Vou ampliar a visão!

316 318

322332

Lá do outro lado fica os Estados Unidos!

320

Bem na frente deste páteo em que estou, o Table Rock Welcome Center.

323

Há um teleférico aqui, vou comprar meu ingresso para descer.

324

Direto para as cataratas!

327

Pronto! Aqui embaixo, nada como olhar para trás e avaliar a descida!

333

Olhando para frente novamente, vou entrar no Table Rock Welcome Center.

335336

Como sempre, um capricho só!

Cataratas do Niágara à noite!

Resolvi passar a noite aqui só para ver a iluminação das cataratas, li textos falando que é imperdível.

Depois de muita expectativa – já passa das 9h da noite e só agora começa a escurecer – as primeiras luzes da cidade.

338

Bem lentamente, as cataratas vão adquirindo um tom iluminado!

341 342

Adorei este ponto hoje pela manhã, estou gostando mais ainda neste cair da noite!

346 349

Ah, vejam só, uma primeira cor bem definida!

352

A iluminação fica cada vez mais visível.

353 355 356 357358 359 360 361 362 363

Mesmo com esta beleza absurda, é sempre muito bom olhar um pouco a cidade também.

364

Chega, vou voltar às cataratas. Até porque a iluminação fica cada vez melhor.

365 370 371 373 375376 378

Eu estava próximo às cataratas canadenses – Horshoe Falls – esto indo agora para as duas americanas.

379 381

Difícil não olhar para trás e ver como estão as cataratas canadenses.

382

Voltando às americanas…

383 384  386 389 390 395 385

Fico mesmo muito dividido, não se se olho as cataratas canadenses atrás de mim …

398

… ou as americanas à minha frente.

402

Alterno as duas (rs).

407

Está tudo muito bom, mas amanhã tenho muito o que ver, melhor ir para casa dormir.

Claro, sempre aproveitando as luzes noturnas, só que agora as da cidade.

408

Passar pela iluminadíssima Clifton Hill é um colírio para os olhos.

412 415

Puxa, que noite espetacular, um encerramento com chave de ouro para este dia.

Amanhã tem mais Niagara!

4 comentários sobre “Junho, 03 (18/30) – Niagara Falls

    1. Lelo, uma vez a Íris, filha da Adriana, falou em um momento de raiva, “hoje é o pior dia de minha vida”. Ela era criança bem pequena, foi bem engraçado.

      Pois então, eu lembro sempre desta fala da Íris aqui no Canadá, mas um pouco diferente, “hoje é o melhor dia do passeio”. Parece que os lugares lindos – você tem razão – torna cada momento ainda melhor do que o anterior.

  1. As fotos estão lindas!
    À noite ,as cataratas iluminadas,são fantásticas!
    Vc conhece as cataratas de Foz de Iguaçu!Acho q em termos de volume de água é mais impressionante! ,!
    Bj

    1. Ainda bem que resolvi passar a noite na cidade de Niágara, tive um bom tempo para apreciar a iluminação. É mesmo muito linda!

      Estive pensando nisso, Foz ou Niágara,não consegui uma resposta. Estive em Foz do Iguaçu quando era bem criança, não consigo mais lembrar como era.
      Aí, para tentar avaliar, procurei umas imagens de nossas cataratas. Achei maiores, mas pareceram bem espalhadas. As de Niágara são três, uma delas bem minúscula, mas como estão bem concentradas, dão impressão de mais força.

      E agora? Achei que terei que visitar Foz do Iguaçu para conferir 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *